MUSA - Museu Sagarana
Página Inicial » Sobre o Musa

Museu Sagarana


 Linha do tempo

 

1991 – Um grupo de senhoras cria o “Clube das Aposentadas”. Uma Feira de Cultura no salão paroquial, onde foram expostos objetos antigos de Itaguara, serviu de incentivo. Começam a colecionar material para um futuro museu. Nasce o “Museu de Conquista”.

Prefeitura patrocina a organização, compra um armário de aço para as primeiras peças e documentos. Muitas relíquias são encontradas por este grupo.

1995 – Secretaria Municipal de Educação e Cultura, na pessoa de Maria Luiza, então Secretária, destina uma sala para a Cultura. Marta das Dores Penido Passos assume a coordenação e registra todo o acervo em um caderno.

1997 – Secretaria Municipal de Educação e Cultura é desmembrada. Secretaria Municipal de Cultura lança a Campanha Pró-Museu – 1997/2000. Muitos objetos, fotografias e documentos são resgatados.

2009 – Uma das metas do Prefeito de Alisson Diego Batista Morais dentro de seu plano de governo era de se implantar um museu em Itaguara. Então surge o Edital Mais Museus. Cássio Murilo de Oliveira – Secretário Municipal de Cultura – e Alisson Diego veem a possibilidade de concretizar a construção do museu.  Apresentam o projeto do “Museu Sagarana”, sendo este aprovado. O Museu Sagarana recebeu recursos do IBRAM (Governo Federal), do FEC (Fundo Estadual de Cultura) e municipais.

Início de 2010 – Iniciam-se as conversas com Vilma Guimarães Rosa sobre a doação do acervo do pai.

Junho de 2010 – Inicia-se a construção do Museu Sagarana, na Praça Antônio Ferreira de Morais.

2011 - Marcelo Costa e Flávia Andrade assumem a organização do Museu.

Março de 2012 – Vilma Guimarães Rosa doa acervo do pai, João Guimarães Rosa, para o Museu.

13 de abril de 2012 – Museu Sagarana é inaugurado a partir da Comenda Sagarana, criada pelo Decreto nº 1.109, de 09 de fevereiro de 2012. Em seguida a Cerimônia de Obliteração do Selo comemorativo Vilma Guimarães Rosa, com a participação do Deputado Patrus Ananias e Peter Reeves, e do Selo João Guimarães Rosa, sua filha Vilma Guimarães, o Deputado Almir Paraca e Roseli Sena (Instituto Inhotim).

A inauguração oficial para o público realizou-se no dia seguinte (14 de abril). E para o encerramento às 21 horas, apresentação especial do Projeto Minas ao Luar, na Praça Antônio Ferreira de Morais, com o Grupo musical Canta Brasil Seresta Show.